Álbuns que você deveria conhecer – Debut do “The Winery Dogs”

Tempo médio de leitura: 3 minutos

The Winery Dogs é um supergrupo formado por Richie Kotzen, Mike Portnoy (Dream Theater e Avenged Sevenfold) e Billy Sheehan (conhecido como o Eddie Van Halen do baixo). É uma banda com influências de Led Zeppelin, Cream, Jimi Hendrix, Grand Funk Railroad, Soundgarden, Alice In Chains, Black Crowes e Lenny Kravitz. A banda vem reavivar o espírito do rock clássico, e faz isso com maestria.

Se você conhece algum dos três músicos, ou todos, sabe que a banda não é pouca coisa. Todos familiarizados com Richie Kotzen sabem do que o cara é capaz, tanto na guitarra quanto na voz (que é uma mistura entre a matiz de Glenn Hughes e a profundidade do Chris Cornell).

É interessante notar que, mesmo sendo um supergrupo, não é um projeto designado para que os músicos mostrem seus talentos (mesmo que isso aconteça). O álbum tem um vibe de rock ‘n roll, um rock clássico que não vemos desde os anos 90.

Eu irei mostrar as músicas uma a uma, mas esse show aqui é do caralho! Mas ele não é separado por partes (não todas as músicas, pelo menos). Então, se estiver de bobeira em casa, sugiro assisti-lo. Ou só deixá-lo tocar e ir fazer outras coisas.

Elevate

Imagine-se num carro, pegando a estrada para viajar para qualquer lugar. Agora, coloque essa música para tocar.

A letra diz respeito a um humano lutando em busca da perfeição. Ele quer ter certeza que seu potencial não está sendo desperdiçado.

Desire

Essa música é sobre um cara que ainda gosta de uma mulher, uma mulher que ele costumava namorar. Quando eles terminaram, ele pensou que ela tinha sacaneado ele e estava magoado com suas ações. Depois de toda a história passada, ela reaparece. Mesmo com todo o passado, ele ainda sente um desejo físico por ela, e luta contra isso. Mas, aparentemente, ela está em todo lugar que ele vai.

We Are One

I’m No Angel

Um cara que é incapaz de tomar boas decisões e que acha que não é bom o suficiente para a maioria das mulheres.

The Other Side

Com direito a solo de bateria no começo.

You Saved Me

Com direito a solo de baixo no começo.

Not Hopeless

One More Time

Ouça a versão acústica aqui.

Damaged

É uma música bem estilo do Audioslave ou Soundgarden (e nela se percebe uma vaga semelhança com a voz de Chris Cornell).

Six Feet Deeper

Sim, essa música é parecida com a primeira, mas os temas são diferentes.

Criminal

O melhor refrão do álbum.

The Dying

Regret


Gostou do texto?

Você pode receber as atualizações do Além do Roteiro inserindo o seu email abaixo e clicando em “Seguir”.