Westworld 1x09 Review - capa

Westworld 1×09 Review – The Well-Tempered Clavier

Tempo médio de leitura: 7 minutos

ATO 01

O nome do episódio vem de duas séries de prelúdios e fugas, escritas por Johann Sebastian Bach. “Clavier” nada mais é do que teclado, em alemão – compreendendo o órgão, além de cravo (antecessor do piano) e o clavicórdio.

Na teoria musical, “well-tempered” ou, em português, (sério!) bem temperado, diz respeito à forma como a oitava é dividida. Oitava é uma única nota que compreende todo o compasso convencional de 4/4.

Em um conceito encontrado na internet, temos que: “a aplicação do temperamento como sistema é uma medida que visa suprir necessidades ou resolver problemas apontados em um sistema entendido como deficiente”.

Talvez, e só talvez, o título não tenha relação apenas com as músicas de Bach.

ATO 02

Quando um episódio começa tão fascinante quanto esse, é difícil não esperar um final igualmente fascinante.

Bem, a espera valeu a pena.

Vamos começar a descida pela toca do coelho…

Westworld 1x09 Review - cena1

Vemos uma cena que vimos dezenas de outras vezes. Bernard cara a cara com um anfitrião que deu problema. Só que, dessa vez, esse anfitrião é Maeve.

Bernard acha que está com Maeve sob seu controle, mas a verdade é que…

Westworld 1x09 Review - cena2

Com o novo código em seu sistema, ela pode controlar a narrativa de outros anfitriões. Isso inclui o próprio Bernard. Esse baque foi forte, mas não se compara ao que viria a seguir.

Ela força Bernard a um momento de autoconsciência. “É algo difícil,” ela diz a ele, “perceber que sua realidade é uma terrível invenção.”

É interessante notar que ela não está forçando a consciência, não está alterando sua narrativa para segui-la. Ela diz a Bernard:

Eu poderia fazê-lo me entregar esse tablet, poderia revirar sua mente, fazê-lo se esquecer de tudo isso. Mas não farei isso, porque é isso que eles fariam conosco.

Ela o incita a buscar respostas, mas não o obriga. No entanto, ela o obrigada a liberá-la, para persuadir Hector Escaton a se juntar a ela em sua rebelião.

Westworld 1x09 Review - cena3

Ela também faz com que ele note as incongruências e repetições de seu mundo e depois que tire suas próprias conclusões.

Em essência, Maeve usa a metáfora do cofre para mostrar a Hector que ele vem sendo controlado e enganado por todo esse tempo, com a pergunta (implícita): o que você vai fazer quanto a isso?

Essa cena pode ter feito pouco sentido para você, mas, na verdade, foi uma jogada de gênio. Como todo anfitrião tem um dispositivo instalado em sua vértebra C6, e que só pode ser retirada em uma reconstrução total do corpo.

Como ela pretende fazer isso? Queimando seu corpo.

Cena da promo do episódio 1x10

Enquanto Maeve ganha cada vez mais controle de sua consciência, amplifica suas qualidades mais letais e coloca em andamento um plano para unir uma gangue de androides e se revoltar, Dolores não parece tão otimista com isso. Ela diz a William e Logan:

“Vocês continuam a assumir que eu quero sair, seja o que isso for. Se lá fora é um lugar tão maravilhoso assim, por que vocês continuam vindo aqui?”
“Vocês continuam a assumir que eu quero sair, seja o que isso for. Se lá fora é um lugar tão maravilhoso assim, por que vocês continuam vindo aqui?”

Em seguida, Logan, irritado por William considerar Dolores uma pessoa de verdade, corta seu barriga revelando uma máquina por dentro. Aqui, surge mais uma pista de que isso é no passado: no episódio 6, MiB fala que hoje os androides são mais naturais, mais reais, porque é mais barato; mas, no início, eles eram mais belos, mais parecidos com máquinas.

Antes disso, Stubbs fala que Dolores foi consertada tantas vezes que parece nova. Parece. Ou seja, ela é antiga, mas parece nova. Eles podem não tê-la reconstruído.

Westworld 1x09 Review - cena4

Antes de prosseguir, tenho que falar que, até esse episódio, não fui muito fã da teoria de que William é o Man in Black. Mas, depois desse episódio, fica mais difícil refutar, mas não impossível.

Vamos ver as pequenas pistas dos episódios anteriores:

“Você ainda não se lembra de mim, lembra? Depois de tudo pelo que passamos”

Do primeiro episódio. MiB fala: “você ainda não se lembra de mim? depois de tudo pelo que passamos.”

Westworld 1x09 Review - cena5

William diz que deixou de fingir ser quem não é dentro do parque. MiB diz que “de certa forma, eu nasci aqui”.

Westworld 1x09 Review - cena6

A semelhança entre suas facas. Isso pode ser facilmente desbancado, pois eles têm de escolher uma arma logo antes de entrar no parque. Provavelmente, as armas são iguais mesmo. Isso não prova nada.

Westworld 1x09 Review - cena7

Por fim, Logan discute com William, falando que ele esqueceu que é casado com sua irmã. Entrega a ele uma foto, para que ele não se esqueça dela. A mesma foto que Abernathy encontrou no primeiro episódio, que o levou à loucura.

Como a foto pode estar ali, se Abernathy a encontrou no primeiro episódio?

Há também a diferença entre as logos do parque. Quando William chega ao parque, a logo é diferente da que vemos em outros momentos.

Westworld 1x09 Review - cena8

 

Mas, como isso pode ser o passado, se na mesma época que Stubbs (o que é sequestrado pela tribo fantasma) permitiu o efeito pirotécnico do MiB, também comentou sobre a distância de Dolores de Sweetwater – e comentou que não pode fazer nada, já que ela está com um convidado (no caso, William).

São peças que se contrapõem. Não podemos falar com certeza absoluta se ele é William nem se ele não é. Precisamos esperar o season finale. Se o episódio 9 foi tão fantástico assim, o que será que nos aguarda no último episódio?

Ainda há um detalhe bem mínimo: William tem uma verruga no lado esquerdo do rosto; Man in Black, não.

Sim, parece tolice, mas não é. Uma série desse nível não deixaria passar um detalhe desses.

Enfim, chegamos à última e mais espetacular revelação.

Westworld 1x09 Review - cena9

Depois do encontro com Maeve, Bernard ameaça Ford a lhe dar um grande tour em sua consciência. Ford concorda, mas não porque uma versão lobotomizada de Clementine o está ameaçando com uma arma.

Aqui, estamos no fundo da toca do coelho e o episódio se torna extremamente confuso, mas não menos fantástico por isso.

Westworld 1x09 Review - cena10

Arnold Weber é um anagrama para Bernard Lowe.

A revelação de que Bernard é Arnold foi meticulosamente exposta, pouquinho a pouquinho; tão devagar que às vezes me deixou suando frio. Para mim, era meio óbvio que Bernard era Arnold. Ainda assim, essa revelação foi feita de uma forma brilhante, fantástica, genial. Cenas sobrepostas, linha temporal confusa, repetições (aparentemente) desnecessárias. Tudo isso nos levou por uma montanha-russa de sensações, terminando com um segundo baque (Dolores que matou Arnold), e, logo depois, um terceiro (Bernard “se mata”).

ATO 03 – Logan como Man In Black

Westworld é uma história sobre criação de história para encontrar o centro de um labirinto que te permitirá recriar sua história. Parece um jogo de quebra-cabeças, onde você pode montar as peças (que parecem) certas, mas não chegar a lugar algum.

Muitos (muitos mesmo!) acham que William é a versão mais jovem de MiB. Ainda não sabemos se as peças montadas vão chegar ao desenho correto, que vemos na caixa do quebra-cabeças.

De qualquer forma, permitam-me oferecer um desenho alternativo.

  • Desde o início, ambos querem se aprofundar ainda mais no “jogo”.

  • Logan vai a Pariah para achar um segredo mais profundo do jogo. No mesmo episódio, MiB fala que já foi a Pariah e que não deseja voltar lá outra vez.

  • No episódio 1, MiB gosta quando Dolores resolve lutar. No episódio 4, Logan diz que Dolores é um desperdício de tempo, até que ela começa a desafiá-lo e ele diz “acho que posso até gostar de você”.

  • William desde o início mostra se importar com Dolores (e com os anfitriões de modo em geral); Logan, muito pelo contrário, mostra um desprezo e acha que são apenas máquinas criadas para diverti-lo. MiB parecia achar a mesma coisa, até que decide matar Maeve e sua filha (em busca de sentir algo) e se depara com o labirinto (e com os primeiros sinais de humanidade em um anfitrião).

  • No episódio 5, MiB fala a Teddy que um dia já abriu um andróide e viu o que havia dentro. Naquela época, vocês eram mais bonitos. No episódio 9, adivinhem, Logan abre Dolores para mostrar a William sua verdadeira essência.

“Quando esse lugar começou, eu abri um de vocês uma vez. Um milhão de pequenas peças perfeitas. E então mudaram vocês”
  • Ainda no episódio 5, Logan fala que sua família quer comprar o parque, porque vem queimando dinheiro desde a morte de Arnold. Nesse mesmo episódio, quando Ford e MiB se encontram, este fala que, após a morte de Arnold, o parque não foi à falência por sua causa. / No episódio 9, descobrimos que MiB faz parte do conselho, e que seu voto é de suma importância.

  • Ambos falam de Westworld como um jogo, para justificar seus comportamentos hedonísticos.

  • No episódio 2, quando somos apresentados a Logan, é deixado claro que ele não quer falar sobre trabalho. / No episódio 4, um homem se aproxima de MiB e fala sobre sua fundação, e ele o ameaça: “mais uma palavra e corto sua garganta. essa é a porra das minhas férias”.

Há peças o bastante para que qualquer uma das duas teorias seja verdade. Ainda não temos como ter certeza. Mas com certeza seria uma baita reviravolta se MiB fosse não William, como a maioria parece pensar, mas seu “amigo”, Logan.

Agora que você já está no fundo da toca do coelho, e não há modo de voltar, te deixo com isso aqui:

“Wyatt matou o general”
“Porque eu matei você”

Wyatt é Dolores?

MiB descobre que Wyatt guarda a entrada do labirinto. No final do episódio, MiB encontra Dolores na Igreja.

Gosta da série? Você pode ler as reviews dos outros episódios de Westworld aqui.

Gostou do texto?

Você pode receber as atualizações do Além do Roteiro inserindo o seu email abaixo e clicando em “Seguir”.

Save

Save

Save

Save

Save

  • Fabrício Augusto

    Pelo tanto que vc acerta nos Reviews eu começo até achar que vc viu toda a temporada primeiro antes de fazer as análises kkkk mas enfim, estou indo pro ep 10 agora :p

  • Wagner Rezende

    excelente review! pegou alguns detalhes que eu nao havia percebido!